Destino Minas Gerais é destaque de evento em Portugal

Seguindo o programa Reviva Turismo, Secult entra na fase de internacionalização do destino Minas. Cozinha Mineira é trabalhada como o principal atrativo do Estado

Minas Gerais será destaque na Convenção dos Municípios Brasileiros, entre os dias 10 e 13 de novembro em Lisboa, Portugal. O Estado estará representado pela Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult) e as cidades históricas mineiras pela Associação das Cidades Históricas de Minas Gerais, que contará com a presença de seu presidente, o prefeito de Itapecerica Wirley Reis. O evento visa divulgar o potencial turístico específico dos estados e municípios brasileiros diretamente ao público europeu através de Portugal, porta de entrada do Brasil na Europa.

Além da divulgação das paisagens, patrimônios históricos, cultura e atrativos turísticos de Minas Gerais, um dos pontos altos do evento será o jantar de abertura para 100 convidados, que terão a oportunidade de se deliciar com a cozinha mineira. O jantar, promovido pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL-BH) em parceria com a Secult, será assinado pelo chef Édson Puiati e terá como objetivo a internacionalização da comida e cultura mineiras.

A Secult estará com um estande na convenção, como parte das ações do Programa Reviva Turismo e terá a presença do secretário de Estado de Cultura e Turismo, Leônidas Oliveira, além de equipe técnica. Também participarão representantes das secretarias de Turismo de Governador Valadares, Brumadinho e da Associação das Cidades Históricas Mineiras, além de empresários do ramo turístico, da CDL-BH e Embaixada do Brasil em Portugal. Os municípios de Capitólio e Poços de Caldas também estarão presentes com estandes.

O evento, que também celebra o Bicentenário de Independência do Brasil, será uma oportunidade de apresentar o potencial turístico para empresas portuguesas e europeias do segmento, a convenção possibilitará a interlocução direta como a feira de negócios, encontro com investidores e troca de experiências.

Segundo o secretário de Cultura e Turismo de Minas Gerais, Leônidas Oliveira, é a presença na convenção é um investimento na atração de visitantes para o Estado. “É um momento histórico. É reforçar Minas para o Mundo e fortalecer a Mineiridade. Portugal é o segundo país que mais envia turistas para Minas e é a porta de entrada para Europa, principalmente com os voos da TAP, diretos, entre Confins e Portugal. Além disso, Minas tem muitos de seus patrimônios históricos com referência direta da colonização portuguesa”, afirmou.

Para o presidente da Associação das Cidades Históricas de Minas Gerais, Wirley Reis, essa é “uma grande oportunidade de aproximarmos as cidades mineiras de Portugal, da Europa, pois o Estado de Minas Gerais é o que mais tem essa presença portuguesa, essas raízes históricas, tão presentes em nosso casario tombado, em nossas tradições religiosas, históricas e culturais. Temos uma ligação umbilical com Portugal, e estamos estreitando laços, abrindo caminhos para que Portugal conheça cada vez mais essas marcas deixadas em Minas Gerais e, principalmente, em nossas cidades históricas, que nasceram como vilas portuguesas no além-mar”.