Menino de 12 anos foi soterrado em Antônio Dias ao tentar salvar o pai

O Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil trabalham no local para tentar resgatar Luan Gonçalves Rodrigues

O menino Luan Gonçalves Rodrigues de 12 anos que está desaparecido após o deslizamento de terra em Antônio Dias, no Vale do Aço, foi soterrado ao voltar para resgatar o pai. “O Luan e outros familiares subiram para a beira da estrada quando o deslizamento começou, mas ele viu o pai lá embaixo ajudando a socorrer outras pessoas e foi atrás dele. Nessa hora o barranco terminou de desabar e infelizmente o soterrou”, contou uma moradora da região.

O pequeno Luan está desaparecido e as tias Marli e Aparecida morreram na tragédia. — Foto: Defesa Civil e Arquivo Pessoal

O pai de Luan, Cláudio Rodrigues, ficou preso a uma árvore e foi resgatado por moradores. “A confraternização do Natal ocorria na casa dele. Quem resgatou o Cláudio contou que ele estava já sem forças e quase se entregando”. O Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil trabalham no local para tentar resgatar o menino.

Além do filho desaparecido, Rodrigues, perdeu as duas irmãs na tragédia. Marli Custódio dos Santos, de 51 anos, e Aparecida de Fátima Rodrigues, de 54 anos, tiveram os corpos encontrados ainda no domingo de Natal (25 de dezembro) quando ocorreu o deslizamento. O enterro das duas vai ocorrer na tarde desta segunda-feira (26 de dezembro).

Ela era de Timóteo, na mesma região, e estava passando o Natal com o namorado. O jovem ficou internado em estado grave. Ao todo, foram 15 vítimas de quatro residências atingidas. Nove pessoas foram hospitalizadas e três permanecem internadas.

Natália Oliveira/OTempo